segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Acabou...

Sabe o que mais está doendo?
Saber que todas as juras de amor não estavam sendo verdadeiras...
Saber que você não está sendo totalmente sincero...
Saber que me deixou no momento em que eu mais precisava de você. O momento em que eu não tinha mais ninguém... O momento em que você era meu alicerce.
Saber que realmente tudo acabou... Para sempre! (E não poder fazer nada por isso!)
A dor tem sido massacrante para mim... Não sei como ainda há lágrimas em meu ser!
E por conta dela, tenho percebido qual foi o maior erro da minha vida: ser tão dependente de você.
Parece que meu chão e meu ar foram tirados, e disseram: “Se virá agora!”.
Meus dias têm sido monótonos e “em tons de cinza”. Ter que refazer cada segundo da minha vida sem você tem sido insuportável.
As lembranças de cada minuto desses 2 anos, 7 meses e 10 dias estão na minha mente o tempo todo. Em uma mistura de terror e drama tenho sufocado meu choro durante o meu  já defasado dia... E a noite, me perco nas horas e choros... Meu corpo já sente os sinais de noites mal dormidas e da alimentação precária.
Gostaria muito que tudo isso fosse um pesadelo. Mas infelizmente a realidade tem me mostrado cada vez mais esse abismo em que estou... Esse abismo que parece não ter fim.
Não entendo (e acho que nunca vou entender) sua explicação. Não estávamos nessa fase tão ruim como você disse... Aliás, já tivemos momentos muito pior.
Não quero mais ter que encarar os finais de semana, as sextas-feiras... Meu aniversário que seria no Bondinho... Os dias 23... E gostaria de não existir quando chegar o dia 15 de Agosto de 2015.
Queria muito que os motivos para o fim não sejam os que passam pela minha cabeça. Pois a dor já é grande demais para suportar.
Tenho tentado, muito mesmo, tirar todas essas coisas tristes e ruins que estão passando na minha cabeça. Coisas que só fariam mais pessoas sofrer... Mas está difícil... Agora, tenho medo de mim.
...

5 comentários:

Diih. disse...

Amiga, não fique desse jeito. Você é uma menina forte, que tem amigos ao seu lado.
Você tem a mim!
Não quero te ver assim, já te falei isso.
Te amo muito.
Beijo.

João Luis Calliari Poesias disse...

Oi Drika! Acredita na poesia....Voce tem uma ótima referencia ai no Rio.www.casapoema.com.br, da Elisa Lucinda...
Fica em Botafogo, vai lá e conversa com ela.
Voce poderia me dizer como faço para publicar meus poemas no Blog Bar do Escritor??Abraço. João Luis

Dom Morais disse...

So de passagem mas lendo tudo..
sds
Dom Morais

Marcelo disse...

bela escrita


bjo

Anônimo disse...

Putz!
Não sabia que tinha sido dessa forma.
Mas de qualquer forma, sou solidário a você.
Quer saber, nem esquenta como isso, confie sempre no seu potencial (ou seja, em você mesma).
Nunca deixe que ninguém brinque com os seus sentimentos ( pq eu não vou deixar, ao menos enquanto eu viver e souber...rsrs)
Ah, outra coisa, tem uma música que eu gosto muito.

Quer saber? Tudo tem um porquê.
Tô legal...quero mais é viver
Antes só do que ser infeliz

Sei que vou encontrar diretriz pro meu coração

Enquanto eu não encontro eu vou curtindo a vida
Enquanto eu não encontro eu vou tirando onda
Enquanto eu não encontro eu vou beijando em boca
Enquanto eu não encontro eu vou badalando
Enquanto eu não encontro eu vou pagodeando
Enquanto eu não encontro eu vou eu sou da boemia...DA LUA!


O importante é ser feliz!

Beijo grande!

Conta comigo!!!!

JC